21/11/2014

Alimentação não saudável



O consumo insuficiente de frutas, legumes e verduras é responsável por doenças isquêmicas do coração, das doenças cerebrovasculares e dos cânceres gastrointestinais ocorridos em todo mundo. Apenas 20% dos brasileiros consomem o recomendado de frutas e hortaliças, segundo dados do Ministério da Saúde. A frequência de consumo ainda é menor entre homens (16,6%) do que entre mulheres (23,3%). 



Cada vez mais o prato típico na mesa do brasileiro – arroz, feijão, bife e salada – dá lugar a outros alimentos, como os lanches e as refeições de fast food, que é mais rápidas de preparar e comer. Sobram praticidade, gorduras e carboidratos, mas faltam as vitaminas e minerais, essenciais para uma vida saudável. Em estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e da Universidade de São Paulo (USP) e o resultado foi preocupante.

O consumo de vitaminas e minerais não está nem perto de alcançar a necessidade diária recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Concluiu que a alimentação não saudável, aquela que é rica em sal, açúcar, gordura ou aditivos químicos pode viciar os seres humanos da mesma forma como ocorre com as drogas ilícitas. De acordo com os cientistas o mecanismo cerebral que induz o individuo a comer alimentos não saudáveis de maneira compulsiva seria o mesmo encontrado em dependentes químicos. 


Para chegar a essa afirmação os pesquisadores fizeram um a experiência com animais durante três anos. As cobaias foram divididas em um grupo que foi alimentado com uma quantidade considerada normal de comida saudável, o outro grupo recebeu parcialmente alimentos não saudáveis e o terceiro foi alimentado somente com alimentos não saudáveis.

Os estudiosos observaram então que os animais do terceiro grupo, além de ficarem obesos ainda comiam compulsivamente. Vale ressaltar que o estudo foi realizado com cobaias e ainda não foi finalizado pelos cientistas. Por isso, qualquer associação entre dependência e alimentação não saudável é prematura. Por enquanto os especialistas aconselham aos indivíduos que tentem se alimentar somente com alimentos saudáveis para manterem sempre uma boa saúde. 



É claro que você não vai precisar deixar de consumir estes alimentos, mas é imperioso reduzir este consumo no máximo possível e é para o seu próprio bem.


Pesquisa: silveira

Fontes: http://apsredes.org/ http://www.einstein.br/ http://www.nutricaoemfoco.com/ - Fotos: www.google.com.br/ - Vídeo: www.youtube.com