07/11/2014

A MELANCIA E O SEXO





Em primeiro lugar, a melancia não é formada só por água. Em sua composição também há carboidratos, vitaminas, minerais e fibras. Por isso, não se pode dizer que ela não colabore com a oferta de calorias para o dia. Uma fatia (100 g) possui 31 calorias. É pouco, mas é claro que, se for associada a outros alimentos, ou ingerida em grandes quantidades, colabora para a soma de calorias e para o aumento de peso.

A melancia é uma fruta saborosa, barata e refrescante, sendo usada até como uma sobremesa de baixa caloria. Embora ela seja conhecida há décadas como uma ótima fonte de vitaminas C, A e B6, estudos recentes descobriram que a melancia, que tem origem na África, também é um excelente antioxidante e pode fazer bem para a saúde sexual, segundo divulgou o site Yourtango.

O consumo regular de melancia é benéfico para homens e mulheres e previne a disfunção erétil, a hipertensão, melhora a sensibilidade à insulina. Isso porque a fruta é rica em licopeno, que é um poderoso antioxidante carotenoide que neutraliza radicais livres, que por sua vez, são substâncias nocivas ao corpo.

Na dieta tem como benefício ainda diminuição do colesterol e das chances de desenvolver artrite reumatoide e ortoartrite, além de proteger o corpo de alguns cânceres, como o de próstata, endométrio, pulmão e mama.

Por ser uma fruta rica em água e açúcares naturais, ela colabora para tornar os fluidos do corpo mais adocicados e perfumados. Essa lista inclui a saliva, o sêmen e a secreção vaginal. E o efeito pode ser notado algumas horas após a ingestão da melancia.
Estudos indicam ainda que os benefícios do licopeno e do betacaroteno presentes na fruta melhoram quando ela é consumida em temperatura ambiente. Por isso, vale o sacrifício de deixá-la um tempinho fora da geladeira.

Pesquisa: silveira
Fontes: www.google.com.br/ http://revistavivasaude.uol.com.br/  -  Fotos: www.google.com.br  - Vídeo: www.youtube.com


Participe desta matéria, deixe seu comentário.